Pinus radiate

448px-Pinus_Radiata_detailO Pinus radiata, originalmente nativo da Califórnia, é amplamente cultivado na Nova Zelândia. Possui um tronco reto, coroa aberta e cresce até 60m de altura sob cultivo. Em boas condições de cultivo, um hectare de árvores de Pinus radiata na Nova Zelândia pode produzir cerca de 840 metros cúbicos de maneira quando cortado aos 28 anos. O tronco é utilizado para a construção, outros artigos de madeira como, móveis, madeira compensada e outros painéis. Os resíduos de madeira são utilizados para a produção de papel.

 

Disponível como mudas de raiz nua e em tubetes.
Material de Polinização Aberta, MCP e Clones.

 

 

Eucalipto (Predominantemente o Eucalyptus nitens e o Eucalyptus fastigata)

800pxEucalyptus-grandis-lf-flwrOs eucaliptos são as espécies de madeira predominantemente cultivada na Nova Zelândia. O cultivo requer uma atenção especial à escolha do local, nutrientes e manejo na silvicultura. Os eucaliptos são predominantemente cultivados para a produção de papel.

 

Mudas em tubetes.

Polinização aberta.

 

APENAS NA NOVA ZELÂNDIA

 

Abeto de Douglas  (Pseudotsuga menziesii)

FIR_DOUGLAS_leavesO abeto de Douglas é uma árvore conífera, muitas vezes com mais de 60 m de altura, com uma casca marrom-avermelhada, folhas achatadas, pinhas marrom claro, e que produz uma madeira forte e durável. O abeto de Douglas é uma das árvores de tronco mais conhecido no mundo e pode comandar os preços das toras premium no mercado. Na Nova Zelândia é cultivado como uma alternativa ao Pinus radiata em altitudes mais elevadas e locais propensos a neve.

 

Disponível como mudas de raiz nua.

Polinização Aberta.